Banho de prata, ouro e ródio

Neste post vou falar sobre um assunto que confunde muita gente no que se refere ao banho de prata, ouro e ródio da semijoia folheada e banhada. Qual a diferença e o processo utilizado? O processo que reveste uma semijoia (ou outro adorno metálico) com um metal nobre é conhecido como galvanoplastia. Esse processo utilizado nas semijoias tem duas finalidades: a primeira é proteger o metal básico da corrosão e oxidação e, a segunda finalidade é proporcionar um acabamento com mais beleza, cor e brilho para valorizar ainda mais a peça.

 

Procedimento para o banho de prata, ouro e ródio

 

A galvanização ou eletrodeposição consiste em mergulhar a semijoia (feita geralmente de prata, cobre, cádmio, latão, paládio ou níquel) em uma solução eletrolítica com a presença do metal desejado. Por exemplo, o metal-base é mergulhado em uma solução de sais de ouro* que está dentro de um recipiente próprio (tanque) com um ânodo (transportadores de corrente elétrica). Esse tanque tem uma regulagem de voltagens que deve estar em conformidade com a superfície da peça e com o tipo de metal que receberá o banho. O ferro é um metal que não pode receber esse tipo de banho. Junto do metal-base mergulha-se uma barra de ouro. Nessas condições, o ouro é transportado pelo líquido e depositado sobre a peça a ser dourada. O tempo que a semijoia fica mergulhada na solução e a espessura do metal depositado na superfície da peça, determinam o tipo de banho. É importante saber que “muito tempo” nem sempre traz o melhor resultado e que uma peça pode passar por mais de um tipo de banho. Antes do banho, é necessário dar um bom polimento na peça ou se tiver acabamento fosco (acetinado, jato de areia, diamantado), ela também deve ser fosqueada antes. Para que este procedimento seja concluído com qualidade é recomendado que o profissional do ramo galvânico seja bem treinado e que os produtos e o maquinário estejam em ótimas condições.

*No caso do ouro, a solução é feita com um quarto de sal de ouro, mais 1.000 ml de água ionizada.

**O preparo da solução de ródio é feito com 100 ml do metal processado mais 900 ml de água.

banho

 

banho

banho

 

Tipos de Banho

 

Existem banhos de ouro amarelo, ouro rosa, ouro vermelho, ródio branco, ródio negro, ródio chocolate, ouro velho, prata velha, verniz, entre outros. Dependendo do tempo de imersão, a camada sobre a superfície pode ser mais ou menos espessa. A boa douração tem espessura na ordem de 0.02 mm (costuma-se dizer 20 milésimos). Peças com espessuras inferiores a cinco milésimos são consideradas bijuterias e com pouca durabilidade. Não é fácil diferenciar uma semijoia banhada de uma semijoia folheada. A diferença de uma semijoia folheada e banhada é que uma peça banhada recebe apenas um único banho por segundos do metal nobre desejado (não apresenta camadas), enquanto a semijoia folheada recebe várias camadas (milésimos) desse metal nobre, ou seja, vários banhos. Por esse motivo, que existem diversos preços de semijoias entre uma loja e outra, pois esse valor agregado depende de quantas camadas de metal nobre a base é revestida.

Cuidados e Conservação

É importante conhecer algumas dicas de conservação para as semijoias principalmente para quem as usa diariamente. As semijoias podem durar muitos anos com aparência de novas se submetidas a cuidados básicos de uso e limpeza.

– Lave sua semijoia com água doce e seque com um secador de cabelo (ajuda a restaurar o brilho) antes de guarda-la, principalmente depois de usá-la num dia quente, lembrando que o sal presente no suor é o pior inimigo.

– Se a peça for de superfície lisa, utilize uma flanela macia e seca para polir.

– Tintas e cosméticos fortes para cabelo possuem substâncias que agridem a camada de ouro, evite contato.

– Se fizer uso de perfume, espere secar antes de colocar sua semijoia.

– Lembre-se de retirar sua semijoia antes de entrar na piscina ou no mar.

– Guarde as peças individualmente evitando o atrito entre elas.

– Cuidado ao usar sua semijoia nas tarefas domésticas ou na prática esportiva.

– Tenha cuidado especial com as pedras naturais ou sintéticas, pois podem quebrar com impactos.

 

Leia também nesse blog, Semijoias: um luxo para todas e Como cuidar da Semijoia e confira outras informações e dicas sobre conservação e limpeza para as semijoias.

 

 

Fonte: Joias fundamentos, processos e técnicas Editora Senac

 

 

Empresária, criadora e editora deste blog, com ampla experiência no mercado de luxo de São Paulo, nos segmentos de moda e joalheria.

Posted in Dicas, Joias e Acessórios and tagged , , , , , , , , , .

Deixe um comentário