Opala, a Gema do Mês de Outubro

Segundo os esotéricos, o mês de outubro é o mês da gema opala e o símbolo de 24 anos de casamento. No blog tenho postado artigos sobre as gemas que correspondem cada mês do ano e nesse post falo da opala. O nome opala deriva do latim opallus e do sânscrito upala, com o significado de “pedra preciosa”. A opala surge de fenda de rochas ígneas, ou seja, surgem a partir do resfriamento do magma. São classificadas como opalas preciosas ou nobres (que tem jogo de cores) e opalas comuns que podem ser em diversas cores, mas não são consideradas gemas; exceto a opala fogo, de cor laranja vívida. Quanto maior esse jogo de cores, mais nobre a opala é. Quando a pedra não apresenta o jogo de cores, ela se torna lisa e de aparência leitosa, ou seja, uma opala comum. A partir daí, há uma variedade grande de tipos de opalas existentes. A opala se destaca das demais gemas pela enorme variedade de cores que pode exibir simultaneamente e pelas mudanças que essas cores sofrem quando movimentadas; esse fenômeno é chamado de jogo de cores ou opalização. Esse jogo de cores observado em cada gema apresenta uma combinação única e exclusiva (não existem duas opalas que sejam idênticas).

Mais ou menos 95% da opala que existe no mundo foi extraída na Austrália, maior produtor mundial. O restante é dividido entre Brasil, Índia, México, Nova Zelândia, EUA e Etiópia. No Brasil, a maior parte da opala foi descoberta em Pedro II, que fica a 200 km de Teresina, Piauí. Existem também reservas no Ceará, Bahia e Rio Grande do Sul.

opala

Variedades de Gema Opala

Propriedades Físicas da Opala

Quanto à cor, a opala pode ser branca, cinza, azul, verde, laranja, negra, incolor e vermelha. Respeitadas as outras características, como em regra geral, as opalas negras são as mais raras e valiosas. As opalas são compostas por dióxido de silício (sílica) hidratado, ou seja, compostas de esferas de silício microscópicas que são coladas umas às outras com silício e água, com fórmula química SiO2nH2O. Nessa fórmula o “n” se trata de um número variável de moléculas de água que podem variar de 6 a 10% do peso do material, podendo chegar excepcionalmente até 30%. Por isso, deve-se evitar que a opala seja submetida a calor intenso, porque a perda de água pode levar a gema a se fraturar ou no mínimo perder a cor. Sua dureza varia de 5,5 a 6,5 na escala de Mohs. A escala de dureza de Mohs (é a escala de dureza mais utilizada) classifica a resistência do mineral à abrasão ou ao risco. Ordenados por dureza crescente de 1 a 10 (menos resistente ao mais resistente), podemos citar o talco com classificação 1 e o diamante (a gema mais resistente que existe) com classificação 10. As gemas com dureza abaixo de 7 arranham facilmente.

Tipos de Opalas

Além dos atributos genéricos para todas as opalas, existem algumas características e propriedades energéticas adicionais para cada cor de opala.

Opala Azul Owyhee

A opala azul Owyhee (pronuncia-se ó-uá-re) foi descoberta recentemente no leste do Oregon em 2003. Seu nome deriva do local onde foi encontrada – perto das fontes sagradas dos indígenas owyhee. Essa gema possui uma cor azul similar com a Calcedônia Azul de excelente qualidade; geralmente é translúcida quando removida do chão, mas pode se tornar gradualmente opaca quando exposta ao ar. Diz-se que a opala azul trabalha o chacra da garganta, incluindo inflamações causadas por infecção viral ou bacteriana, uso excessivo das gordas vogais ou exposição à fumaça. Essas pedras são excelentes para combater a indecisão, timidez, impotência, confusão, desarticulação e outras expressões de energias bloqueadas.

opala

Fonte: etsy.com

Opala Comum

A opala comum pode ser encontrada na natureza em várias cores, mas em geral é opaca e não mostra o fogo exibido pela opala preciosa. Existe nas cores branca, rosa, azul, marrom e negra. A opala branca pode auxiliar na dispersão de fibroses e vários tipos de cistos. A opala rosa limpa e acalma o coração e traz sensação de paz e tranquilidade para a pessoa que usar. É excelente para as crianças que têm dificuldades para dormir ou tendem a ter pesadelos. A opala azul acalma a inflamação do sistema respiratório e ajuda aliviar eczemas e psoríase. As opalas comuns marrons e negras fortalecem e protegem o corpo. Em geral, essa gema é bastante útil para fortalecer ossos frágeis, ajuda na digestão e regeneração de músculos atrofiados.

opala

Fonte: rocktumbler.com

Opala Fogo

Dentre as variedades gemológicas, podemos destacar a Opala Fogo que recebe este nome por sua cor laranja vívida. Geralmente são transparentes podendo ser facilmente facetadas (as demais opalas nobres são usualmente lapidadas em cabochão para realçar seu jogo de cores). As fontes mais significativas foram encontradas no México, mas foram descobertos depósitos no Brasil, Guatemala, Honduras, Turquia, Austrália e EUA. Conhecida por ser despertadora das paixões, essa gema também é excelente para ser usada nos problemas de fertilidade tanto para homens quanto para mulheres. Útil nos casos de fadiga crônica e em situações em que o desequilíbrio hormonal cria problemas menstruais.

opala

Fonte: hypescience.com

opala

Fonte: etsy.com

Opala Oregon

Essa opala deveria ser chamada de opala transparente do Oregon para distingui-la da opala comum. Foi descoberta há mais ou menos cem anos por um pastor, em Oregon. Surpreendentemente clara e geralmente possui uma tintura azulada com flashes de rosa e amarelo em seu interior, depois de ter sido facetada. Foram muito comercializadas pela Tiffany’s e avidamente procuradas na virada do século XX. A opala oregon pode ser usada em caso de desequilíbrios dos rins, incluindo infecções renais, incontinência urinária noturna e dificuldade para urinar em decorrência de pedra nos rins.

opala

Fonte: demotivateur.fr

opala

Fonte: sploid.gizmodo.com

Fonte: museumofloveandmortality.com

Opala Preciosa Branca

É a opala mais conhecida e usada em joalheria. Sua predominante cor branca de fundo é decorada com fogo multicolorido de modo único e de beleza estonteante. Grande parte das opalas preciosas brancas vêm da Austrália, principalmente Cobber Pedy e Andamooka. Outros depósitos foram encontrados no Brasil, Guatemala, Honduras, Japão e nos EUA (Nevada). Essa gema ajuda fortalecer a pele, o cabelo e as unhas. Ainda pode ser utilizada para combater a queda do cabelo e unhas fracas.

opala

Fonte: ela.oglobo.globo.com

opala

Fonte: etsy.com

opala

Fonte: etsy.com

Opala Preciosa Negra

A principal diferença da opala preciosa negra e da opala preciosa branca é a cor de fundo. Ela possui o mesmo “fogo” iridescente da opala preciosa branca, mas sua cor de fundo escura (que varia de preta, cinza-escuro e azul escura acinzentada) faz com que essa gema pareça visivelmente diferente. É considerada a opala mais rara e bela, sendo assim, a mais valiosa de todas as opalas. A fonte mais importante é Lightning Ridge, Austrália. A opala preciosa negra auxilia na superação de fobias, ataques de ansiedade e preocupações crônicas.

opala

Fonte: mydayoff.me

opala

Fonte: katherinejetter.com

Cuidados com a Opala

As opalas são gemas delicadas. Algumas medidas são aconselháveis para preservar a beleza e o brilho da opala.

– Limpá-las com pano delicado seco ou suavemente molhado. Não são indicados produtos químicos (a opala é sensível a ácidos, álcoois e soda cáustica);

– Manter as joias com opalas guardadas em saquinhos (plástico, tecido ou camurça) individuais, pois podem ser riscadas com facilidade;

– Evitar exposição ao calor excessivo, podendo perder água e resultar em fissuras espontâneas em sua estrutura, diminuindo sua opalização dramaticamente;

– No dia a dia, evitar situações que exponham as gemas a impactos (como exercícios físicos que exijam movimentos brutos), pois são muito sensíveis à pressão e a golpes.

– É muito importante ter cuidado no manuseio durante a fabricação da joia com opalas, proteger a gema e evitar transmitir calor durante a cravação.

opala

Fonte: etsy.com

Curiosidades

Na antiguidade associava-se a opala a pedaços de arco-íris vindos do céu. Na civilização romana a opala tinha conexões com boa sorte e esperança. Na Europa do século XX, a popularidade da opala caiu por sua associação com a má sorte, mas ela renasceu no século XX e permanece como uma das gemas mais populares. A crença na França de que se um ladrão portasse uma opala, ele poderia roubar sem ser visto, pode ter sido o início das associações negativas à opala.

 

 

 

 

 

Empresária, criadora e editora deste blog, com ampla experiência no mercado de luxo de São Paulo, nos segmentos de moda e joalheria.

Posted in Categorias, Dicas, Gemas and tagged , , , , , , , .

Deixe um comentário