Pedras Mais Que Preciosas

Antes de entrarmos neste mundo fascinante e colorido das pedras preciosas, vale lembrar que todas as pedras que são utilizadas para fins joalheiros, incrustadas ou não em uma joia, são preciosas; a partir daí, pedra “semipreciosa” não deve ser mais usada como termo apropriado. Na verdade, essas pedras são mais que preciosas. Além da beleza, variedade de cores e valor comercial, cada uma tem sua simbologia, curiosidade e uma história.

As pedras preciosas são classificadas em famílias de acordo com suas características físico-químicas e não por suas cores. Neste texto vamos falar apenas das mais usadas, porque neste universo gemológico existem centenas delas.

O peso (medido em quilates) das pedras preciosas está relacionado diretamente com sua dureza, isto é, com sua resistência a arranhões. A partir da densidade diversificada dos minerais, foi criada uma escala de medidas que colocou em primeiro lugar o diamante, como sendo o mineral mais denso ou duro encontrado na natureza. Lembre-se que o fato de uma pedra ser resistente a arranhões não quer dizer que ela não possa ser quebrada. Ter muito cuidado na hora de guardá-las para que não entrem em contato direto com outras de dureza superior é muito importante, pois somente assim podemos evitar que uma pedra arranhe a outra. Além de separadas, se possível, embalar em papel de seda ou tecido suave.

SIMBOLOGIAS E CARACTERÍSTICAS

Rubi (Família Coríndons)

Apesar de o Brasil ser o berço das pedras coloridas, o rubi nunca foi encontrado aqui. Esta pedra preciosa pode variar sua cor do rosa ao vermelho profundo. Simboliza o amor, a paixão e também é considerada a pedra da sabedoria e da intuição. Outra curiosidade é que concede saúde, vida longa e combate a anemia.

Safira (Família Coríndons)

A cor mais conhecida é a azul, mas a mais apreciada e rara é chamada de Flor Centáurea (Corn Flower Blue), de um azul profundo e aveludado. Esta pedra preciosa é considerada “pedra da contemplação” pois relaxa a mente e diz a lenda também, que uma safira é capaz de atrair filhos homens.

Esmeralda (Família Berilo)

Além da Colômbia e África do Sul, o Brasil está entre os maiores produtores. A cor mais valiosa dessa família é o verde intenso e transparente. Segundo consta, esta pedra serve de proteção para os viajantes. Dizem que afasta feitiços e bruxarias e simboliza o amor incondicional e a confiança. Acredita-se que o verde é a cor da cura. Em alguns países da África e América do Sul, essa pedra preciosa foi muito utilizada para combater infecções e na Grécia Antiga era usada para facilitar o trabalho de parto. A esmeralda era a gema favorita de Cleópatra, que acreditava no seu efeito de rejuvenescimento.

Água-marinha (Família Berilo)

Podemos dizer com muito orgulho que o Brasil é o maior produtor mundial dessa pedra preciosa. A água-marinha varia sua cor do azul claro esverdeado ao azul intenso, que é a mais apreciada. Ficou conhecida como a pedra dos marinheiros e viajantes, pois trazia boa sorte. Dizem também que garante casamentos felizes, protege recém-nascidos e que facilita a comunicação, pois está relacionada ao chacra da garganta.

Topázio Imperial (Família Topázio)

Em Ouro Preto M.G., região histórica do Brasil Império, é o único lugar do mundo onde esta gema é encontrada. Pertencendo à família dos topázios, os tons mais apreciados vão do amarelo ao vermelho, lembrando as cores do por do sol. Dizem que o brilho desta pedra preciosa tão rara e valiosa fortalece o intelecto e concede coragem para quem a usa.

Turmalina (Família Turmalina)

É a pedra preciosa que tem maior variedade de cores na natureza, sendo a verde a mais conhecida. Dentro deste amplo leque de cores, podemos destacar a turmalina parahyba, que é a mais valiosa, rara e somente encontrada no estado da Paraíba; a bicolor, que apresenta duas cores na mesma pedra; a negra, que é muito usada como talismã contra inveja e energias negativas e várias outras com sua beleza particular. No século XVIII, na Europa, foi muito utilizada para retirar cinzas de cachimbos ainda mornos, ficando conhecida como “ímã de cinzas”. A turmalina também é considerada a pedra dos vendedores, protetora da classe artística e que estimula a criatividade.

Brincos com Diamantes e Cristal da HStern.

Brincos com Diamantes e Cristal da HStern.

Beleza e Moda

Como dito anteriormente, a quantidade de minerais encontrados na natureza que são utilizados no comércio joalheiro é muito extensa e é alvo de grande curiosidade. Quero dar espaço exclusivo em outros textos para algumas gemas que aprecio muito e que também merecem ser abordadas por sua importância.

Ainda vamos falar muito do citrino, ametista e do cristal de rocha. Também não podemos deixar de citar a granada, tanzanita, alexandrita, peridoto, turquesa e a pedra do sol, dentre muitas outras pedras preciosas que a natureza nos presenteou.

Usar joias no dia a dia, independentemente da ocasião, agrega beleza ao look e enriquece qualquer estilo, seja clássico, moderno ou despojado. Vale ressaltar ainda, que na moda pode-se combinar tudo, desde que fique harmonioso, pois não existem regras e o mais importante é se sentir bem com o que está usando.

Empresária, criadora e editora deste blog, com ampla experiência no mercado de luxo de São Paulo, nos segmentos de moda e joalheria.

Posted in Dicas, Gemas, Moda e Beleza and tagged , , , , , , .

Deixe um comentário