Processo de Criação da Joia

Uma joia passa por várias etapas antes de chegar à vitrine da joalheria. Antes do processo de fabricação de uma joia ser iniciado, precisa-se passar pelo processo de criação. A criatividade de uma pessoa pode ser estimulada de várias maneiras. Por meio de estudos, informações, referências, inspirações ou experimentações. Uma inspiração pode nascer espontaneamente através de uma viagem, comportamentos, moda, por exemplo; ou pode ser estimulada e criada através de técnicas e recursos para contribuir no desenvolvimento do conceito e criação das joias. São as técnicas de livre-associação e técnicas de associação forçada.

Hoje em dia já existem vários cursos de graduação e pós-graduação totalmente voltados para este segmento. Com a expansão destes cursos, a tendência é cada vez mais os designers ganharem espaço no mercado das joalherias.

Técnicas de livre-associação

Brainstorming

Trata-se de “tempestade de ideias”, ou seja, é uma técnica onde o designer desenvolve sua potencialidade criativa registrando em um papel todas as ideias que tem na cabeça sem julgamentos ou críticas. Quanto mais ideias forem geradas, mais chances de se encontrar boas ideias. Para que esta técnica seja executada com sucesso é preciso deixar de lado toda a inibição e se aprofundar nas ideias que possam surgir.

Brainwriting

É quando o designer trabalha em cima das ideias diferentes de outras pessoas e coloca sua própria maneira de ver e sentir ou até mesmo melhorar o projeto.

Técnicas de associação forçada

*Resolver um mesmo problema com pensamentos laterais (pensamentos diferentes e de outras pessoas), ou seja, quebrar os padrões pensando em ideias diferentes para resolver o problema.

*Associações de formas, figuras, objetos, lugares, etc.

 

Dior Joaillerie by Victoire de Castellane

Cada designer de joia tem seu próprio processo criativo. A designer e diretora de criação de joias da Dior desde 1998, Victoire de Castellane, é um dos grandes ícones na criação de joias da atualidade. Tem estilo ousado e dramático com bom gosto, bom senso e contemporaneidade, e que com total liberdade e personalidade, cria joias surpreendentes, femininas e autênticas. Victoire já disse em várias entrevistas que se inspira muito nas cores, flores, natureza, príncipes e princesas, figuras japonesas, contos de fadas, na arte, nos filmes e também no universo infantil. Palavras dela: “Eu faço uma mistura mental de tudo isso e as ideias surgem. As coleções sempre começam assim”. Victoire consegue dentre poucos, enxergar as possibilidades que a joia oferece, por isso, é conhecida pelo estilo camaleônico (cada coleção que lança é diferente da outra).

processo de criação da joia

Victoire De Castellane Com Alguns Anéis De Sua Criação

victoire-de-castellane-anel-oui-dior-acessorio-milly-carnivora

Anel Dior Da Coleção ‘Fleurs D’Excès’ De Victoire De Castellane

p16-3-3c317

Anel Dior Da Coleção ‘Milly Carnivora’ De Victoire de Castellane

Âèêòóàð-äå-Êàñòåëëày-victoire_de_castellane4

Anéis Dior Da Coleção ‘Incroyables et Merveilleuses’ De Victoire De Castellane

Etapas de um processo criativo

Inspiração inicial – É o planejamento de um novo produto, peça ou coleção específica podendo ser um pedido de cliente ou pela própria vontade do designer (responsável pela criação e desenvolvimento de uma joia).

Preparação e embasamento – Na etapa da pesquisa, buscam-se informações, fazendo análises de possibilidades e restrições sobre o tema. É quando o designer registra suas ideias em imagens ou textos de referências em um “banco de dados”.

Ideação/incubação – A ideia sobre o tema permanece na mente do designer. É quando ocorre o pensamento lateral, as associações livres, palavras, sensações e brainstorming de imagens.

Geração de ideias – Fluem as ideias e com elas, os primeiros croquis (desenhos) surgem livremente, sem censuras ou críticas. Nasce o conceito do projeto.

Avaliação de ideias – Nessa etapa do processo as alternativas são consideradas e definidas e se prepara o cronograma da coleção. Inicia-se então o esboço dos desenhos finais. É quando se faz a composição da forma e a especificação do projeto.

Elaboração da peça ou coleção

Depois que foi definido o tema e o conceito do projeto, os desenhos que eram apenas croquis passam a ser feitos de forma mais rica e detalhada para a aprovação. Uma joia precisa ser bem desenhada antes da sua fabricação, pois ajuda na visualização dos detalhes. Esses desenhos podem ser executados à mão livre, utilizando técnicas de desenho e ilustração, ou em programas específicos de computador em 3D. É importante que os desenhos tenham suas medidas exatas, além de uma ficha técnica do produto com toda a estrutura e medidas da joia especificada. A modelagem em 3D é utilizada na joalheria para facilitar e agilizar o processo do ourives na bancada. Agora os desenhos estão prontos para serem aprovados e, posteriormente, confeccionados. No próximo post vou falar sobre todos os processos de fabricação de uma joia. Assista ao vídeo abaixo da Dior Joaillerie.

 

Youtube: www.dior.com/diortv

Fonte de pesquisa: Joias – Fundamentos,processos e técnicas de Rita Santos

Empresária, criadora e editora deste blog, com ampla experiência no mercado de luxo de São Paulo, nos segmentos de moda e joalheria.

Posted in Dicas, Joias e Acessórios, Moda e Beleza and tagged , , , , , , .

Deixe um comentário